Notícia III: App GAME Santander – cabeças podem rolar

funcionários demitidos

Finalizando nossa série de três matérias sobre as novas práticas abusivas do Santander, apresentamos o GAME que está causando FEBRE em seus colaboradores.

Após ter que pagar judicialmente muitas horas extras aos seus funcionários em virtude da obrigatoriedade da realização de cursos on-line em casa, o Santander, ardilosamente, criou um APP GAME (para Android e iOS) no qual o participante executa tarefas com a mesma temática dos cursos anteriores.

Não bastasse a cobrança diária e extenuante visando a superação das metas, o NPS, o Programa MAIS CERTO, o Programa CONSTRUÇÃO DO NEGÓCIO, o AQO, a copa FOPA, entre outras, agora o bancário tem mais uma meta a cumprir com esse aplicativo criado em forma de QUIZ: 5.000 pontos, sob risco de retaliação.

 O app fica operante até às 22 horas e os bancários apenas podem “jogar” fora do expediente de trabalho, além de ter prazo determinado para apresentar o resultado no grupo de Whatsapp de sua agência ou regional.   

O QUE PODEMOS FAZER POR VOCÊ HOJE, BANCÁRIO? Não espere seu contrato acabar para ser assessorado por especialistas. Procure uma banca de advogados especializada e informe-se  sobre o que é possível fazer agora. 

Fonte: Funcionários Santander em Assessoria Preventiva com Gelson Ferrareze Sociedade de Advogados.